português

Oficinas

Encontros virtuais pela plataforma Zoom.

Ofi 1: Instalações interativas Sonoras

29 nov., 1 dez. 14h-16h – 10 vagas por ordem de inscrição

Instalações interativas Sonoras - Usando PureData e Arduino para manipular som como entrada e saída de aplicações.
A oficina apresentará uma introdução a dois ambientes de desenvolvimento opensource muito usados para construção de instalações artísticas, particularmente aquelas que lidam com som. Nesta oficina aprenderemos o básico sobre as linguagens e ambientes de desenvolvimento envolvidos e serão apresentados exemplos práticos de aplicações com funcionalidades de manipulação e reação sonora, construídos usando PureData e Arduino.

PÚBLICO-ALVO:
Artistas multimídia, produtores musicais, programadores.

PRÉ-REQUISITOS:
Computador com Windows/Linux/OS X.

PROPONENTE:
Carlos Eduardo Batista é co-autor das especificações do middleware de TV Digital Ginga e doutor em Informática pela Pontificia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), sendo pesquisador colaborador do laboratório Telemídia. Realizou estágio de pós-doutorado na Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD). É professor adjunto na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e pesquisador do laboratório LAViD desde sua fundação, onde atualmente coordena projetos de pesquisa. É também professor e coordenador do Programa de Pós Graduação em Computação, Comunicação e Artes.

Ofi 2: Tecnologia Multimídia Interativa para as Artes Cênicas – Software Isadora

30 nov., 1 dez 15h-18h – 25 vagas por ordem de inscrição

Uma abordagem às tecnologias multimédias interactivas e às linguagens de programação visual como ferramentas fundamentais para a criação artística de conteúdos audiovisuais para as artes performativas. Para tanto, abordaremos o software Isadora, que é uma das mais importantes referências atuais em sua área (https://troikatronix.com). 
O desenvolvimento e o avanço tecnológico dos últimos tempos afetam e modificam a forma como professores, pesquisadores e artistas desenvolvem seus trabalhos, tanto no âmbito acadêmico quanto no cênico. Graças ao barateamento dos equipamentos tecnológicos e das políticas de inclusão, o gap tecnológico, entendido como acessibilidade às tecnologias, tende a se fechar, criando espaços e oportunidades de atualização e treinamento. Existem também novas formas de programação, incluindo linguagens de programação visual como o Isadora, que é pensado especificamente para que professores e artistas possam programar sem ter que ser técnicos de informática, mas são acessíveis a pessoas sem formação específica.
Sobre ISADORA: Isadora é um ambiente de programação visual (VPL) que fornece controle interativo sobre mídia digital, com ênfase especial na manipulação em tempo real de vídeo digital, combinando câmeras ao vivo, luzes, sensores e projeções.
Atualmente oferece ferramentas para mapeamento de vídeo, protocolo OSC, Midi, Serial, TCP / IP, PJLink, Artnet, Java Script, Arduino, NDI, Siphon / Spout, shaders OpenGL, conectividade direta com o Kinect 1, Kinect 2, sensor Orbecc e outras câmeras de profundidade, sistemas de rastreamento de movimento / corpo, entre outros. Possui um amplo espectro de aplicações, como na área da dança, teatro, performances, instalações interativas e artes cênicas em geral.

PÚBLICO-ALVO:
Bailarinos, performers, atores e atrizes, encenadores, interessados ​​em artes audiovisuais e artes cênicas em geral. Nenhum conhecimento prévio é necessário.

PRÉ-REQUISITOS:
Possuir conexão de internet e presença nos dois dias.

PROPONENTE:
Maximiliano Wille es Profesor Nacional de Música -especialidad percusión-Docente investigador categorizado de la Universidad Nacional de las Artes-UNA.Es el creador y director de la Red Isadora Latina-RIL (2017).Dirige proyectos de investigación en torno a las artes escénicas y las tecnologíasmultimediales interactivas, dictando seminarios y residencias artísticas dentro de la Argentina y Uruguay.Forma parte del Equipo de Investigación en Tecnología Aplicada a la Danza InTAD.Trabajó en el diseño y programación multimedia de las siguientes obras:
-SINAPSIS (Laura Paolino 2019) [visitar]
-Empatía 4/Cia La Emoción (2017) [visitar]
-Instructivo (Andrea Saltiel 2014/15) [visitar]